segunda-feira, 1 de agosto de 2011

(des) encontro

Flávio Sanso
www.reticencia.com
@flavio_sanso

Ela saiu de casa atrasada como todos os dias costumava sair. Ele andava distraído como sempre andava. Ela se atirou entre os atalhos da cidade. Ele preferiu passar pela avenida mais distante, de onde se viam os primeiros raios de sol atingirem a paisagem urbana. O vento para ela era agressivo. Para ele era afável. Ela, alucinada. Ele, hesitante. Eles se encontraram do jeito que não deveriam se encontrar. Ela, atônita, do lado de dentro do carro. Ele, conformado, deitado no capô com o rosto colado no vidro.




Nenhum comentário: