domingo, 7 de agosto de 2011

Divulgação

Existem suspeitas que um estelionatário procurado pela polícia embarcará em fuga para fora do país no navio de passageiros Mare Dei, um dos últimos de sua época. Para encontrá-lo foi colocado em seu encalço o jovem detetive Aquiles Balmant. Mas existe um problema. A polícia não tem uma descrição exata do bandido. O detetive não sabia seu nome, nem tinha um retrato falado. Apenas uma descrição fraca do que seria o homem que roubava dezenas de mulheres pelo Rio de Janeiro. Um quebra-cabeça para ninguém por defeito. Ele pode ser qualquer um...
Autor: George dos Santos Pacheco








 O livro “Intervalo, respiro, pequenos deslocamentos” apresenta o conjunto da produção artística, intervenções urbanas e proposições políticas realizados pelo Poro entre 2002 e 2010. Além do panorama de imagens da produção do Poro, a publicação traz oito textos inéditos, escritos por autores de diversas áreas como: artes visuais, arquitetura, comunicação social, atvismo e poesia.
O Poro é uma dupla de artistas composta por Brígida Campbell e Marcelo Terça-Nada! que desenvolve intervenções urbanas e ações efêmeras no Brasil e exterior. A partir de suas ações opera nos sistemas de comunicação, circulação e trocas simbólicas realizados nas cidades. Atuando tanto no espaço institucional quanto no espaço não institucional, reconhece o espaço público como lugar de convívio e campo ampliado para a articulação de proposições artísticas.




Lançamento de Mevrouw Jane, primeiro romance de Josane Mary


  
A autora revela as dificuldades que passou  a vivenciar a partir do momento em que foi morar na Holanda, onde vive, bem como o processo e a efetiva superação dessas dificuldades.


Para mais informações:









Nos sonhos prevalece o silêncio. Nos sonhos os números e as letras se embaralham, e os interruptores não funcionam. A mente se abre e recebe muita informação não se sabe de onde. Nos sonhos, embora flutuemos, nos tornamos mais profundos.

Waking Life é o delírio visual e existencialista que o cineasta Richard Linklater (diretor de Antes do Amanhecer e Antes do Por do Sol) escreveu e dirigiu em 2001.

Mais informações:



"A voz da poesia ecoa além dos limites dos conceitos preestabelecidos,
 ultrapassa a alma intuitiva da razão, para fazer-se ouvir pelo bom senso. Não meço palavras para meu desânimo, como também não paro diante de meus otimismos. Digo a realidade em meus versos, que apesar da poética, são diretos e atrevidos, são extremamente vivos que chegam a pulsar nas páginas"

Caminhos
João Felinto Neto
Mais informações aqui 










Nenhum comentário: