terça-feira, 27 de dezembro de 2011

CCBB RIO - STRAUB-HUI​LLET, a mais completa mostra do casal de cineastas franceses

Terça-feira (3 de janeiro), o CCBB Rio abre a mais completa retrospectiva do casal de cineastas franceses Jean-Marie Straub e Danièle Huillet, STRAUB-HUILLET. A mostra exibe 40 filmes, sendo 26 dirigidos pelo casal – entre 1962 e 2006, ano da morte de Danièle – 9 produzidos a partir de então, somente por Jean-Maire, além de uma filmografia complementar composta por 5 filmes dos diretores Harun Faröcki, Manfred Blank, Pedro Costa, Jean-Paul Toraille e Philipe Lafosse.

 Os cariocas recebem em primeira mão a mostra STRAUB-HUILLET, que irá proporcionar ao público uma imersão na vida de obra dos cineastas Jean-Marie Straub e Danièle Huillet, a partir do dia 3 de janeiro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB Rio). Serão exibidos 26 filmes do casal – realizados de 1962 a 2006, ano da morte de Danièle – 9 produzidos a partir de então, somente por Jean-Maire, além de uma filmografia complementar composta por 5 filmes dos diretores Harun Faröcki, Manfred Blank, Pedro Costa, Jean-Paul Toraille e Philipe Lafosse – somando 40 curtas, longas e médias-metragens.  No dia 06 de janeiro (sexta-feira) acontece um debate com o público, com participação do Prof. Hernani Heffner e do crítico de cinema Ruy Gardnier, e mediação dos curadores da mostra.

Preciosa na história do cinema e com poucas exibições no Brasil, a obra singular de Straub e Huillet tem mobilizado cineastas, críticos, pensadores e público a repensar cinema e arte enquanto atos de resistência e libertação humana. Os filmes do casal lêem/reescrevem peças de teatro, música e ópera, textos em verso e prosa - Bach, Kafka, Pavese, Brecht, Hölderlin, Corneille, Cézanne e outros. Encontros com obras com as quais se envolveram profundamente para realizar uma depuração dos elementos essenciais do cinema: a imagem, o som, a palavra, os gestos, o espaço. “Todos os projetos que temos são encontros”, disse Danièle.


Jean-Marie e Danièle conheceram-se enquanto estudantes em novembro de 1954, no IDHEC (Institut des Hautes Etudes Cinématographiques). Foram casados e trabalharam juntos por mais de 40 anos. São autores de uma obra sólida, fonte de inspiração para muitos cineastas. Seus filmes vêm sendo exibidos, desde o primeiro, em festivais importantes como Veneza, Locarno, Cannes e Viennale.

A mostra STRAUB-HUILLET tem curadoria de Ernesto Gougain  e Fernanda Taddei e fica em cartaz no CCBB Rio de 3 a 15 de janeiro. Em seguida vai para Brasília, de 10 a 22 de janeiro, e encerra em São Paulo, entre os dias 17 a 29 de janeiro.

Barbara Ulrich, amiga de Danièle Huillet e Jean-Marie Straub desde 1987, virá ao Brasil para acompanhar a mostra e apresentar algumas das sessões. Desde a morte de Danièle, Barbara passou a se ocupar de parte de seu trabalho. Atua na produção e distribuição dos "Straub-films" frente à Belva, nova produtora de Straub. É doutora em Filosofia com interesse particular por Friedrich Hölderlin, Martin Heidegger, Carl Gustav Jung e Michel de Montaigne.

STRAUB-HUILLET
Produção e Realização: Centro Cultural Banco do Brasil
Curadoria: Ernesto Gougain  e Fernanda Taddei
Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66  
Cinema I: capacidade 102 lugares
Ingressos: Cinepasse - R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia-entrada), válido por 30 dias. Também é necessário retirar as senhas. As senhas deverão ser retiradas 30 minutos antes de cada sessão.
Informações: (21) 3808-2020 - www.bb.com.br/cultura
www.twitter.com/ccbb_rj

Nenhum comentário: