terça-feira, 27 de dezembro de 2011

CCBB RIO - STRAUB-HUI​LLET, a mais completa mostra do casal de cineastas franceses

Terça-feira (3 de janeiro), o CCBB Rio abre a mais completa retrospectiva do casal de cineastas franceses Jean-Marie Straub e Danièle Huillet, STRAUB-HUILLET. A mostra exibe 40 filmes, sendo 26 dirigidos pelo casal – entre 1962 e 2006, ano da morte de Danièle – 9 produzidos a partir de então, somente por Jean-Maire, além de uma filmografia complementar composta por 5 filmes dos diretores Harun Faröcki, Manfred Blank, Pedro Costa, Jean-Paul Toraille e Philipe Lafosse.

 Os cariocas recebem em primeira mão a mostra STRAUB-HUILLET, que irá proporcionar ao público uma imersão na vida de obra dos cineastas Jean-Marie Straub e Danièle Huillet, a partir do dia 3 de janeiro, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB Rio). Serão exibidos 26 filmes do casal – realizados de 1962 a 2006, ano da morte de Danièle – 9 produzidos a partir de então, somente por Jean-Maire, além de uma filmografia complementar composta por 5 filmes dos diretores Harun Faröcki, Manfred Blank, Pedro Costa, Jean-Paul Toraille e Philipe Lafosse – somando 40 curtas, longas e médias-metragens.  No dia 06 de janeiro (sexta-feira) acontece um debate com o público, com participação do Prof. Hernani Heffner e do crítico de cinema Ruy Gardnier, e mediação dos curadores da mostra.

Preciosa na história do cinema e com poucas exibições no Brasil, a obra singular de Straub e Huillet tem mobilizado cineastas, críticos, pensadores e público a repensar cinema e arte enquanto atos de resistência e libertação humana. Os filmes do casal lêem/reescrevem peças de teatro, música e ópera, textos em verso e prosa - Bach, Kafka, Pavese, Brecht, Hölderlin, Corneille, Cézanne e outros. Encontros com obras com as quais se envolveram profundamente para realizar uma depuração dos elementos essenciais do cinema: a imagem, o som, a palavra, os gestos, o espaço. “Todos os projetos que temos são encontros”, disse Danièle.


Jean-Marie e Danièle conheceram-se enquanto estudantes em novembro de 1954, no IDHEC (Institut des Hautes Etudes Cinématographiques). Foram casados e trabalharam juntos por mais de 40 anos. São autores de uma obra sólida, fonte de inspiração para muitos cineastas. Seus filmes vêm sendo exibidos, desde o primeiro, em festivais importantes como Veneza, Locarno, Cannes e Viennale.

A mostra STRAUB-HUILLET tem curadoria de Ernesto Gougain  e Fernanda Taddei e fica em cartaz no CCBB Rio de 3 a 15 de janeiro. Em seguida vai para Brasília, de 10 a 22 de janeiro, e encerra em São Paulo, entre os dias 17 a 29 de janeiro.

Barbara Ulrich, amiga de Danièle Huillet e Jean-Marie Straub desde 1987, virá ao Brasil para acompanhar a mostra e apresentar algumas das sessões. Desde a morte de Danièle, Barbara passou a se ocupar de parte de seu trabalho. Atua na produção e distribuição dos "Straub-films" frente à Belva, nova produtora de Straub. É doutora em Filosofia com interesse particular por Friedrich Hölderlin, Martin Heidegger, Carl Gustav Jung e Michel de Montaigne.

STRAUB-HUILLET
Produção e Realização: Centro Cultural Banco do Brasil
Curadoria: Ernesto Gougain  e Fernanda Taddei
Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66  
Cinema I: capacidade 102 lugares
Ingressos: Cinepasse - R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia-entrada), válido por 30 dias. Também é necessário retirar as senhas. As senhas deverão ser retiradas 30 minutos antes de cada sessão.
Informações: (21) 3808-2020 - www.bb.com.br/cultura
www.twitter.com/ccbb_rj

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Missão Impossível - Protocolo Fantasma


O agente Ethan Hunt e sua equipe se metem numa roubada ao serem acusados de explodir o Palácio do Kremlin, na Rússia. Isto leva o governo americano a interromper qualquer atividade ligada à espionagem neste país, forçando o grupo a agir por conta própria, sem qualquer proteção, e resolver um caso envolvendo o lançamento de mísseis nucleares.


Quarto filme da série, MISSÃO: IMPOSSÍVEL - O PROTOCOLO FANTASMA, é novamente protagonizado por Tom Cruise, que mais uma vez demonstra não ter medo de altura e realiza cenas vertiginosas, sem dublês, no mais alto prédio do mundo, na Índia. Fui conferir o filme, e minha opinião está aqui:


http://pt.shvoong.com/entertainment/movies/2241496-miss%C3%A3o-imposs%C3%ADvel-protocolo-fantasma/



Maurício Limeira


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

O fundo do coração




Em 1982, passados três anos de seu clássico "Apocalypse Now", e oito anos de seu outro clássico "O Poderoso Chefão - 2ª Parte", o cineasta Francis Ford Coppola estava endinheirado, e resolveu se meter numa outra aventura de grandes proporções: criou sua produtora, a Zoetrope, e dirigiu um romance musical onde reconstruía em estúdio a cidade de Las Vegas.

O filme em questão é "O Fundo do Coração", que tem no elenco, Frederic Forrest, Teri Garr, Raul Julia e Nastassia Kinski, além de uma trilha sonora composta por Tom Waits.

Maurício Limeira escreveu mais sobre "O Fundo do Coração" aqui:
 http://pt.shvoong.com/entertainment/movies/2236579-fundo-cora%C3%A7%C3%A3o/

Trailer no YouTube: http://www.youtube.com/watch?v=g6aYLIn9zXs

Mais textos do autor:
http://pt.shvoong.com/writers/mauriciolimeira/
http://filmantes.blogspot.com
http://oadversario.blogspot.com

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Roberta Campos lança EP digital ao vivo

Depois de lançar “Varrendo a Lua” (2010) e rodar o Brasil com show homônimo, as apresentações da Roberta Campos ficaram cada vez mais inspiradas, o repertório ganhou novas músicas e as canções novos arranjos. Por isso surgiu a ideia de registrar o show ao vivo e produzir um EP digital.

Gravado no Auditório Ibirapuera em setembro, o EP é composto por seis faixas: o atual single “Acabou”, os sucessos “Mundo Inteiro”, “De Janeiro a Janeiro” e “Varrendo a Lua” (que compõe a trilha de Malhação), a inédita “Porta Retrato” e uma versão para “Segue o Seco” do Carlinhos Brown.

Na apresentação do Auditório Ibirapuera, também foi gravado o clipe da música “Acabou”, com direção de Rafael Kent, que já está disponível no Youtube.


Roberta Campos em show no Ibirapuera

sábado, 17 de dezembro de 2011

Margin Call - o dia antes do fim


O escândalo financeiro que deu origem à crise global de 2008 mostrado por dentro.
No interior de um banco de investimentos, um jovem analista de risco recebe informações de que os papéis armazenados há meses não têm mais valor, e que a quebra é iminente. A informação é repassada, madrugada adentro, hierarquicamente entre alguns funcionários, até chegar ao diretor, que deve decidir se a instituição quebra sozinha ou se leva o mundo inteiro junto.
Estreia do diretor J. C. Chandor, MARGIN CALL - O DIA ANTES DO FIM é um drama e suspense que trata do sistema financeiro, e das consequências de sua manipulação. Tem um elenco estelar: Kevin Spacey, Jeremy Irons, Stanley Tucci, Zachary Quinto e Demi Moore.
Confira a resenha completa de Maurício Limeira: http://pt.shvoong.com/entertainment/movies/2238063-margin-dia-antes-fim/

Mais textos de Maurício Limeira:

sábado, 10 de dezembro de 2011

Os pedais e a orla

Flávio Sanso
www.reticencia.com
@flavio_sanso

Num desses momentos em que a vida exige mudança de rumo, Alvarenga foi morar no litoral. Por lá inaugurou um negócio tão simples quanto inovador. Passou a alugar bicicletas para passeios pela orla, com o preço estipulado por uma hora de pedalada. Tudo começou com três unidades. Passados quinze anos já eram quarenta bicicletas e quatro funcionários. Alvarenga adotava o curioso procedimento de nunca exigir alguma garantia pela devolução das bicicletas. Nem dinheiro antecipado, nem retenção de carteira de identidade. O lema era a confiança extrema em seus clientes, e nisso havia um indisfarçável orgulho. Por muito tempo não houve qualquer ocorrência de que alguém tivesse surrupiado alguma bicicleta. Certa vez Alvarenga viu se aproximar um homem de meia idade ostentando a aparência discreta de quem transmite apenas placidez. Após as tratativas de praxe, o homem saiu pedalando vagarosamente. Uma, duas, cinco horas se passaram e ele não voltou. Alvarenga não sentiu a raiva dos enganados, mas sim uma aguda sensação de decepção e fracasso. Mergulhou em profunda tristeza. Quando ainda tentava se recuperar do baque, leu a notícia de que um barco havia afundado a mais ou menos um quilômetro dali, e nenhum dos tripulantes havia sido encontrado. As engrenagens de sua mente logo imaginaram a possibilidade de que o homem-que-nunca-mais-voltou estivesse naquele barco, ele e a bicicleta. Alvarenga sorriu e resolveu zerar sua estatística. Nunca ninguém havia deixado de devolver uma bicicleta alugada.

domingo, 4 de dezembro de 2011

O escritor Cesar Cardoso lança dois livros infantis

O escritor Cesar Cardoso está lançando dois novos livros para o público infantil. O Que É Que Não É?, ilustrado por Cris Alhadeff, é um jogo de esconde-esconde entre as imagens e o texto, onde um inocente chafariz pode virar um esguicho de baleia. Mal saiu do forno, o livro já foi selecionado para o Programa Nacional de Biblioteca da Escola – PNBE, e chegará às bibliotecas das escolas públicas de todo o país. Você Não Vai Abrir?, ilustrado por Salmo Dansa, propõe um outro jogo. Nas páginas dele, o autor e o próprio livro discutem quem é que realmente conta as histórias. E na briga dos dois quem sai ganhando é o leitor, que se delicia com poesias, contos, notícias e outros textos, sempre com muito humor.

Os dois livros, publicados pela Editora Biruta, serão lançados na Livraria Museu da República, na quarta feira, dia 14 de dezembro, das 19 às 22 horas. A livraria fica na Rua do Catete 153, no Rio de Janeiro.

O carioca Cesar Cardoso (1955) é escritor, poeta, fotógrafo e roteirista e edita o blog PATAVINA’S (http://cesarcar.blogspot.com/). Em 2010 realizou a exposição de fotos No Vermelho Piscante Gire Com Cuidado, no Centro Cultural Carioca. Já escreveu para programas como Tv Pirata, Sai de Baixo, a Grande Família, Toma Lá Dá Cá e atualmente está no programa Os Caras de Pau, da Rede Globo.


sábado, 3 de dezembro de 2011

O anjo exterminador



Por Maurício Limeira

Numa cena de "Meia Noite em Paris", de Woody Allen, o protagonista vivido por Owen Wilson encontra, numa de suas viagens ao passado, o pintor Salvador Dalí e o cineasta Luis Buñuel, ambos surrealistas. Na cara de pau, sugere ao segundo a ideia para um filme, em que os convidados de uma festa não conseguem deixar a sala do anfitrião, embora não haja qualquer impedimento para fazê-lo.

O filme em questão é O Anjo Exterminador, que Buñuel realizaria no México em 1962. Neste clássico em preto e branco, Buñuel, principal nome do movimento surrealista no cinema, mistura crítica social, religião e psicologia num filme claustrofóbico e provocador, recomendado para todo apaixonado por cinema.


Maurício Limeira escreveu sobre ele aqui:
http://pt.shvoong.com/entertainment/movies/1686471-anjo-exterminador/


Mais textos de Maurício Limeira:

http://pt.shvoong.com/writers/mauriciolimeira/
http://filmantes.blogspot.com
http://oadversario.blogspot.com

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Pianista chinês Haochen Zhang se apresenta de graça, amanhã, na Escola de Música da UFRJ

Recital do vencedor da última edição do Concurso Internacional Van Cliburn faz parte do Festival Internacional BNDES de Piano do Rio de Janeiro
O Festival Internacional BNDES de Piano do Rio de Janeiro, que abriu sua programação no último dia 27, segue com sua série de recitais na cidade. O pianista chinês Haochen Zhang, que venceu a última edição do concurso Van Cliburn, se apresentará na sexta-feira, dia 2 de dezembro, na Escola de Música da UFRJ. O Festival conta com 12 concertos a cargo de grandes vencedores dos maiores concursos internacionais de piano e a presença de Nelson Freire em recital no encerramento da etapa carioca. Todas as apresentações serão gratuitas. Além do Rio, Manaus, Recife, Belém, Aracaju e Fortaleza receberão o festival.
divulgação
Haochen foi o primeiro chinês vencedor na história do concurso Van Cliburn. Menino prodígio, aos cinco anos deu seu primeiro recital, apresentando as 15 Invenções a Duas Vozes de Bach, e as sonatas de Haydn e Mozart; aos seis anos, fez seu début com a Orquestra Sinfônica de Xangai, interpretando o Concerto para Piano K. 467 de Mozart; aos sete e aos nove anos, ganhou o Primeiro Prêmio no Concurso de Piano de Xangai. Aos 12 anos, Zhang deu uma série de recitais na China, cujo programa incluia os Doze Estudos op. 10 de Chopin. Desde seu Primeiro Prêmio no Concurso Internacional Van Cliburn, Zhang fez tournées pela Europa, Japão, Estados Unidos e Israel, incluindo concertos com as Orquestras Filarmônica de Israel, Filarmônica de Londres e Hong Kong, as Sinfônicas de Belgrado e Kansas City e uma tournée com a Orquestra de São Francisco.
O Festival lança a edição 2012 do Concurso Internacional BNDES de Piano. A terceira edição do concurso será realizada de 25 de novembro a 8 de dezembro do ano que vem no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e no Teatro do BNDES. O homenageado será Almeida Prado, renomado compositor e pianista brasileiro falecido recentemente.

Programação Completa no Rio:
Domingo, 27/11 - 11h - ABERTURA DO FESTIVAL - THEATRO MUNICIPAL
Recital de DANIIL TRIFONOV, vencedor Concurso Tchaikovsky 2011
Obras de Chopin e Liszt
LANÇAMENTO DO LIVRO "GUIOMAR NOVAES DO BRASIL" de Luciana Medeiros e João Luiz Sampaio com 2 CDs Live  GUIOMAR NOVAES & NEW YORK PHILHARMONIC
Terça, 29/11 - 19h - SALÃO LEOPOLDO MIGUEZ DA ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ
Recital de EVGENY BRAKHMAN - 3º Prêmio Concurso BNDES de Piano 2010
Obras de Bach, Rachmaninov, Brahms e Prokofiev
Sexta, 2/12 - 19h - SALÃO LEOPOLDO MIGUEZ DA ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ
Recital de HAOCHEN ZHANG - Vencedor Concurso Van Cliburn 2009
Obras de Scarlatti, Chopin, Beethoven, Ravel e Liszt
Terça, 6/12 - 19h - SALÃO LEOPOLDO MIGUEZ DA ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ
Recital de FABIO MARTINO - Vencedor Concurso BNDES de Piano 2010
Obras de Brahms, Liszt e Scriabin
Sexta, 9/12 - 19h - SALÃO LEOPOLDO MIGUEZ DA ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ
LUKAS GENIUSAS - 2º Prêmio do Concurso Chopin 2010
Obras de Chopin
Sábado, 10/12 - 19h - SALÃO LEOPOLDO MIGUEZ DA ESCOLA DE MÚSICA DA UFRJ
KOTARO FUKUMA - 2º Prêmio Concurso BNDES de Piano 2010
Obras de Bach, Beethoven, Liszt, Ligeti e Liapounov
Domingo, 11/12 - 17h - THEATRO MUNICIPAL - ENCERRAMENTO DO FESTIVAL Recital de NELSON FREIRE
Obras de Schumann, Prokofiev, Granados e Liszt

Serviço:
Festival Internacional BNDES de Piano do Rio de Janeiro
Recital com Haochen Zhang
Dia 2 de dezembro de 2011, às 19h
Local: Escola de Música da UFRJ
Endereço: Rua do Passeio, n°98, Lapa
Capacidade: 500 lugares
Informações: www.concursopianorio.com
Entrada Gratuita