segunda-feira, 26 de março de 2012

O choro de Joel Nascimento no próximo sábado, dia 31, na Arlequim

No repertório, clássicos do gênero, como “Lamento”, “Noites Cariocas”, “Odeon” e “Chega de saudades”

No próximo sábado, dia 31, às 15h, o projeto “Música na Arlequim” vai receber a ilustre presença de Joel Nascimento. O prestigiado bandolinista, acompanhado por Magno Júlio (percussão), Bernardo Diniz (cavaquinho) e João Camarero (violão 7 cordas), vai levar ao palco da livraria no Paço Imperial clássicos do choro, como “Lamento”, “Noites Cariocas”, “Odeon” e “Chega de saudades”, numa tarde dedicada a Radamés Gnattali, Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Tom Jobim, dentre outros.

crédito: Éryck Machado


Joel, cuja carreira profissional começou em 1974, quando descoberto oficialmente pelo cantor João Nogueira, também guarda boas lembranças de Radamés Gnattali, quem lhe procurou, em 1978, para transcrever a suíte popular “Retratos”, originalmente escrita pelo maestro para bandolim e orquestra de cordas, a chamada formação regional (bandolim, três violões, cavaquinho e ritmo). Joel reuniu um grupo para tocar a peça, que ganhou uma forma camerística, resultando em uma nova concepção musical e instrumental à formação tradicional dos conjuntos de choro. Este grupo, mais tarde receberia o nome de "Camerata Carioca". 

Um dos fundadores do “Sovaco de Cobra”, grande movimento de choro do Rio de Janeiro, sua carreira internacional começou em 1982, em Nova York, no Lincoln Center – Alice Tully Hall. Posteriormente, apresentou-se na Alemanha, Áustria, França, Itália, Portugal, Japão, Suíça, Argentina, Inglaterra, Holanda e Guiana Francesa. Participou dos Festivais de Montreux, Nice, Córsega, Festival de Câmara do Novo México, do Festival de Bandolins em Lunel - França. Formou o conjunto Sexteto Brasileiro, onde percorreu diversas cidades dos Estados Unidos e apresentou-se como solista da Orquestra Sinfônica de Santo Antônio. Gravou seu primeiro disco solo em 1976, “Chorando pelos Dedos”, iniciando uma série de fonogramas, gravados no Brasil, Estados Unidos , Alemanha e Japão.

Apresentou-se nas principais salas de concertos do país. Tocou com a Orquestra do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Petrobrás, Orquestra de Câmara de Blumenau, Orquestra UNISINUS, Orquestra do Conservatório da MPB de Curitiba, Orquestra OPUS RIO e Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Tem participado de gravações ao lado dos maiores nomes de nossa música, além de gravar para trilhas sonoras de cinema e televisão.

31/03 –Música na Arlequim – Joel Nascimento – Sábado, às 15h
O bandolinista, acompanhado por Magno Júlio (percussão), Bernardo Diniz (cavaquinho) e João Camarero (violão 7 cordas), apresenta clássicos do choro, como “Lamento”, “Noites Cariocas”, “Odeon” e “Chega de saudades”, em releituras de Radamés Gnattali, Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Tom Jobim, dentre outros.



Endereço: Praça XV de Novembro, 48, Loja 1 - Centro - Rio de Janeiro - RJ
Telefone.: (21) 2220-8471 (reserva)
Ingressos: R$15,00 (couvert artístico)

Nenhum comentário: