segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O clube do filme

Diante do péssimo rendimento na escola, e temendo que o desinteresse pelo estudo leve o filho a algo pior, como drogas, um crítico de cinema desempregado tem uma inusitada ideia: o garoto não precisará mais ir à escola, se não quiser; não terá de trabalhar e poderá continuar morando com o pai. Para isto, deverá apenas, 3 vezes por semana, assistir a um filme com o pai e conversar com ele depois.
A curiosa estratégia para educar o filho é o mote de O CLUBE DO FILME, livro de David Gilmour (não é o guitarrista do Pink Floyd) baseado em sua experiência pessoal e publicado pela Editora Intrínseca. Acabei de lê-lo, e escrevi sobre ele aqui:

Nenhum comentário: