quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Nebraska

Woody Grant, já à beira da esclerose, imagina que tenha sido contemplado com o prêmio de um milhão de dólares quando recebe uma dessas propagandas de assinatura de revistas. Seu objetivo é caminhar até o endereço indicado na propaganda para exigir o dinheiro. Um de seus filhos, cansado de tentar convencê-lo de que sua intenção é uma loucura, embarca na ideia mirabolante do pai e o leva até o local em que supostamente receberá o dinheiro. As várias ocorrências que se passam durante a viagem revelam-se motivo de estreitamento de relação entre pai e filho. O filme é rodado em preto e branco, o que realça os aspetos dramáticos da história. Mas não é unicamente uma história dramática. Várias passagens são hilárias, incluindo aí a atuação de June Squibb, a esposa de Woody Grant. Fazia tempo que não presenciava o público do cinema aplaudir o final de um filme, como foi o caso. 

Nenhum comentário: